TJ-SP CRIA GRUPO DE TRABALHO COM ESPECIALISTAS NA ÁREA DE ARBITRAGEM

Por Tábata Viapiana

 

Em portaria publicada nesta sexta-feira (30/8) no Diário da Justiça Eletrônico, o Tribunal de Justiça de São Paulo anunciou a criação de um grupo de trabalho formado por especialistas na área de arbitragem. A comissão será presidida pelo desembargador Claudio Godoy, integrante da 1ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP.

 

O grupo também conta com a juíza da 18ª Vara Cível do Fórum Central da Capital Maria Rita Rebello Pinho Dias, a juíza da 2ª Vara Empresarial e de Conflitos Relacionados à Arbitragem da Comarca da Capital Renata Mota Maciel Madeira Dezem, o presidente do Comitê Brasileiro de Arbitragem (CBar), Giovanni Ettore Nanni, o vice-presidente do CBar, André de Albuquerque Cavalcanti Abbud, e por fim, outro membro do CBar, Paulo Macedo Garcia.

 

Segundo a portaria, o grupo de trabalho tem como missão principal servir como canal de comunicação entre o Poder Judiciário e a sociedade civil, "garantindo o compartilhamento de problemas e soluções para questões relacionadas à arbitragem, de forma a atender às particularidades do microssistema arbitral".

 

O presidente do TJ paulista, desembargador Manoel Pereira Calças, justificou a criação da comissão afirmando "que a convivência entre a jurisdição estatal e a arbitragem é fundamental ao desenvolvimento da arbitragem".

 

Tábata Viapiana é repórter da revista Consultor Jurídico

 

FONTE: Revista Consultor Jurídico, 30 de agosto de 2019, 13h03